Como não amar Paris???

julho 11, 2007 § 3 Comentários



Realmente não tem como não amar Paris!
Paris je t’aime!

Primeiro pelo intenso vivido lá.
Não há como não sorrir se ir.
É tudo o que dizem e muito mais!
:)
Ah, e o badalado “Paris Je t’aime” (veja o trailer no site oficial) é um filme obrigatório para admiradores da cidade luz dos amantes e de diferentes estéticas.
Histórias de amor da cidade dos amantes!
O longa apresenta a perspectiva (“apaixonada”) de 18 aclamados diretores do mundo todo, entre eles Gus Van Sant, Coen Brothers, Gurinder Chadha e, ainda, o brasileiro Walter Salles.
Um olhar sobre Paris, que envolve e emociona. Emudece, até.
Très bon!

MAS E PARIS É APAIXONANTE MESMO POR QUE?
Garanto a você que não são nem os franceses, nem só a Tour Eiffel. Nem mesmo a tradição.
Um exemplo?
Justamente aquilo que há de atual (porque os parisienses acompanham as inovações!) como o novo tipo de mobília urbana que a prefeitura está oferecendo (veja mais aqui) Desde o final de maio, já há bancos de praça WiFi.
Que tal?
Eles têm tomada que recarrega o celular e a capacidade wifi atinge 50 metros. O primeiro banco está próximo a saída do metrô Chateau Rouge. Vão ser ao todo 400 do mesmo tipo, todos gratuitos.
Precisa dizer mais?

Hora de fazer mais retratos de Paris. Nas ruas e pontes, e telhados de Paris.
Lembrou Nei Lisboa. A canção de amor. Claro: Paris e amor.
Inspira também!

A música e o filme.
Boas pedidas!

TELHADOS DE PARIS (Nei Lisboa)

Venta
Ali se vê
Onde o arvoredo inventa um ballet
Enquanto invento aqui pra mim
Um silêncio sem fim
Deixando a rima assim
Sem mágoas, sem nada
Só uma janela em cruz
E uma paisagem tão comum
Telhados de Paris
Em casas velhas, mudas
Em blocos que o engano fez aqui
Mas tem no outono uma luz
Que acaricia essa dureza cor de giz
Que mora ao lado e mais parece outro país
Que me estranha mas não sabe se é feliz
E não entende quando eu grito

O tempo se foi
Há tempos que eu já desisti
Dos planos daquele assalto
E de versos retos, corretos
O resto da paixão, reguei
Vai servir pra nós
O doce da loucura é teu, é meu
Pra usar à sós
Eu tenho os olhos doidos, doidos, já vi
Meus olhos doidos, doidos, são doidos por ti

Anúncios

Marcado:, , ,

§ 3 Respostas para Como não amar Paris???

  • Liliane disse:

    Eu vi, Dani!!! Paris de vampiros, amantes, velhos, imigrantes. Da violência e da leveza. De prender a respiração e cair na risada. É lindo o filme. Beijos ;)

  • Fabrício Carbonel disse:

    Paris de Francoise Hardy e também, pq não, de Daniela Hinerasky. bj

  • Dani Aline Hinerasky disse:

    assim eu me derreto!!!
    Paris de Daniela Hinerasky!
    ce bon!
    bj!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Como não amar Paris??? no Retalhos.

Meta

%d blogueiros gostam disto: