gauchadas

setembro 20, 2009 § Deixe um comentário

Eça de Queiroz

Esta cena sim (vi ontem aqui pertinho de casa) traduz realmente, pra mim, o que é ser gaúcho (já escrevi aqui sobre).
É simplesmente ter orgulho. Ponto. Não ter vergonha de estampar uma bandeira na janela. Ponto.
Apesar dos problemas, dos fiascos, das gauchadas que cometemos também. Ponto. Das tradições inventadas (sim, porque até a dança do pezinho é fake). Ponto.

Ser gaúcho é isso, sim, muito mais do que se fantasiar de “gaúcho a pé” das coxilhas. Ou de “prenda”. Algo que não cabe mais, ao menos nas cidades.
Porque ser gaúcho é ser urbano também, é ser gente que vive o “presente”. Que pensa lá na frente, não lá atrás, numa guerra de heróis que nem temos certeza o que fizeram e quem eram.
Mas é certo que ser gaúcho é também ser tradicional (mais que outros brasileiros, acho) no sentido de valorizar o Estado e ter orgulho do que é daqui, do que a gente produz, do que a gente come.
é sentimento. não se explica.
sente.

A gauchada mais linda de 20 de setembro foi a mãe e o pai casarem neste dia, em 1974, há 35 anos.
Como era praticamente primavera, o vestido dela era todo cheio de margaridinhas, inclusive a “coroa” (é assim que chama? – pena que não dá pra ver direito na foto). LINDO, LINDO. Ela guarda até hoje. Oh:

20/09/1974
.
.
.
Muitas gauchadas pra vocês. Com orgulho!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento gauchadas no Retalhos.

Meta

%d blogueiros gostam disto: