retalhos da pós-fashion-week

outubro 17, 2011 § 2 Comentários

Eu tenho muitas coisas para compartilhar aqui desde o final de setembro. Tive experiências incríveis, vivi momentos lindos, me superei no trabalho, fui a lugares e restaurantes ótimos, vi tanta informação e imagem, tanta novidade e também tanto mais-do-mesmo.
Mas as ideias, as emoções, as palavras e as coisas precisam de um tempo de maturação. E eu ainda preciso pensar sobre o que vem por aí…
Então eu resolvi escolher algumas PALAVRAS-CHAVE das últimas semanas. Os meus retalhos: street-fashion, ângulos, frio, seminários e reivindicação .

1) STREET-FASHION
A Paris Fashion Week (prêt-à-porter) Primavera-Verão 2012 foi especial porque fez uma semana de veranico e tempo bom (de 27 de setembro a 5 de outubro). Em termos de “street-fashion” (entra e sai de convidados), não posso fazer um balanço se foi melhor ou pior que as últimas edições, em termos de originalidade, moda etc. Mas posso dizer que há um público interessado (os fashionistas?) que participa à margem de tudo – são como os fãs nas portas dos shows. Mas que cumpre um papel.
Quantos aos outros fashionistas – convidados ou não –, vale dizer que eles se preparam para ir a cada desfile, como se fosse a um evento social do tipo baile ou casamento. Alguns são mais low-profile, claro. Mas ali se encontram os “posers” em looks pensados (elaborados), alguns extravagantes e outros até surreais (tipo fantasia). Oh:

2) ÂNGULOS
Existem muitos MODOS DE VER Paris: o ponto de vista turístico, o dos nativos, o dos fotógrafos profissionais, o dos fotojornalistas… Na capital da principal fashion week do mundo, as ruas e seus múltiplos enquadramentos são um lugar para “ver” e “ser visto”. E na porta dos desfiles os fotógrafos e blogueiros profissionais têm reclamado esse excesso de curiosos com uma câmera na mão ou a presença de blogueiros e “fotografantes” anônimos (em excesso). Pulverizou. O street-fashion está saturado.

Mas aí reside um ponto central da discussão, a meu ver. Existem muitos ângulos e pontos de vista sobre a moda de rua, ou da porta dos desfiles. Experts ou blogueiros podem apontar para onde a moda vai a partir de detalhes que se repetem entre esses looks, isso é verdade, sabemos.
No entanto, acho menos importante o quê as pessoas vestem, e mais fundamental AS RELAÇÕES QUE ESSA ESTÉTICA DO STREET-FASHION (quase sempre pouco convencional) PERMITE ESTABELECER. É um desejo de comunicar/interagir que acaba por se concretizar, seja nos parcos diálogos ali entre esse “repórteres”, ou nos blogs, mais tarde. Por isso que não é ruim todo esse povo ali na frente.Mas como falo em ângulos, esse é o meu. Um ponto de vista.

3) FRIO
O outono chegou de verdade e as temperaturas baixaram. Preciso comprar luvas.

4) SEMINÁRIOS
Minhas aulas começaram para valer. Tenho seminários toda semana. Encontrar o meu orientador, portanto, me faz lembrar que eu tenho que trabalhar na pesquisa. Significa: ter uma rotina de estudos mais séria. Mas como fazer isso sempre, sabendo que Paris está ali fora?

5) REIVINDICAÇÃO
Eu moro bem pertinho da Bastille, que é onde ocorrem todas as manifestações e reivindicações em Paris, seja pela paz mundial (como teve neste dia 15 de outubro – foi no mundo todo), seja por empregos e melhores salários ou contra o Sarkozy, como na semana passada (foto). A França, e Paris também, está passando por dificuldades (vocês talvez saibam melhor). A Europa em geral não vai bem em termos financeiros…

Alors, a palavra “reivindicação” é chave para mim, porque ela solicita AÇÃO. Do outro, mas penso que, principalmente, de nós mesmos. Acho que às vezes a gente reclama demais, espera demais dos outros, reivindica demais, mas age pouco. Esta semana e hoje em especial, eu olhei para dentro de mim e pensei: O QUE EU ESTOU FAZENDO POR MIM? Segue a luta!

.
Espero que gostem das fotos da fashion-week, gente. Estou começando a postar as fotos no Flickr.

A última imagem é deste menino, na porta do desfile da Louis Vuitton, que estava com a mãe, aparentemente alheio ao mundo da moda lendo seu livrinho, mas por sua vez totalmente imerso (Quando eu olhei de longe, juro que não acreditei. Me deu vontade de conversar com ele).

.
AGORA ME DIZ, É POSSÍVEL FICAR ALHEIO À MODA?
NÃO AQUI em Paris!

Je vous embrasse,
Dani @hinerasky

Anúncios

Marcado:, , , , , , , , , , ,

§ 2 Respostas para retalhos da pós-fashion-week

  • @lfesalles disse:

    São tantos angulos,tantas produções…é um tanto de tudo mesmo!
    O legal disso é ver como vivemos todos na forma moda além das peças de vestuário e acessórios!
    Grande busca pela individualidade atraves da imitação dos outros…não, melhor eu dizer inspiração rs
    Uma coisa é fato : se inspirar em Paris é mais fácil, e delicioso ;)
    bisous

  • É este além que buscamos! Delícia Paris, sim! volta logo! beijones.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento retalhos da pós-fashion-week no Retalhos.

Meta

%d blogueiros gostam disto: