Madame Grès, mestre da alta-costura, no museu

agosto 6, 2011 § 3 Comentários

Paris não é só esbarrar em cartões-postais como a gente acha. É uma aula de moda e de comportamento todos os dias. Há escolas temporárias e atividades que servem como nossos tutores, digamos (porque professor não se substitui, claro).

Dessas, as melhores, na minha opinião, são as ruas, vitrines, as bancas de revista, as lojas de departamento e os consumidores desesperados… porque dá para ver a MODA-VIVA. Mas tem também as exposições (só de moda, no momento há três), que tal qual os livros, são como guias a contar trajetórias e histórias que não teríamos como saber se ali reunidas não estivessem.

A exposição da Madame GRÈS (1903-1993) é um exemplo!
Acho que ela é uma das estilistas mais dignas de estar no Museu. Ainda mais no Musée Bourdelle, um dos mais bonitos que eu já conheci. E porque ela não fez só uma moda exclusiva e de qualidade, gente(!), ela esculpia mesmo os tecidos – não é à toa que queria ser escultora, como diz no site oficial do museu.

Coisa mais lin-da está a exposição “Madame Grès, la couture à l’ouvre”, que vai até o dia 28 de agosto (inclusive foi prorrogada tamanho o sucesso). Ver as roupas de festa entre obras de arte do acervo do museu é sensacional!

Mas o que mais deixa a gente boquiaberta são os vestidos, claro. Os cortes e as curvas, em drapeados bem desenhados – cada um como uma obra de arte de verdade, isso sim! E nos tecidos mais flutuantes e leves do mundo – seda, jérsei, sei lá… (e outros mais pesados, claro, dependendo da proposta e da peça). Eu ia olhando e me apaixonando… Deu uma vontade de vestir um dos vestidos e sair dançando pelo salão [SUSPIRO].

Para quem não tiver a oportunidade de ir, fiz algumas fotos (tem mais aqui no set do meu Flickr). Não gosto mesmo de fazer fotos em museus. Mas estava demais, e eu precisava compartilhar tanta beleza e genialidade com alguém. beijones!

Ah, a exposição tem também muitos desenhos da estilista e editoriais das revistas Harper’s Bazar, Vogue…e outras, feitas por vários fotógrafos, entre os quais Guy Bordin e Richard Avedon. \o/

Anúncios

Alta-costura ao alcance dos curiosos

julho 14, 2011 § 3 Comentários

Um tapete vermelho com jeito de passarela de Oscar limpinho, já fazia mais de uma hora que eu esperava, não tinha visto os convidados do desfile couture de JEAN PAUL GAULTIER passar, mas eu continuava com outros persistentes nos arredores do 325 da rue Saint Martin (3eme).
De repente, como se eu quisesse contar pra vocês cenas de um filme (cliché) bem pensado, começa um rufar de tambores e entra o desfile coletivo de modelos, seguidos de Jean Paul em pessoa. Aqui dá pra ver um videozinho que eu fiz.

Bonito, né?
Só atrás, vieram os convidados (possivelmente para assistir o desfile na íntegra, dentro da sede da Maison), aqueles tipos (privilegiados) que tendem a se vestir do seu jeito “belo” [que vai do bizarro ao impecável).

Foi uma surpresa, um momento “solene” e, ao mesmo tempo, democrático da moda, já que que o mais seleto e privilegiado produto – a alta-costura – esteve ao alcance de olhos interessados e curiosos, como deste senhor passante (foto abaixo) e de mim, por exemplo.

Ao propor uma interação com o cotidiano das ruas, a alta-costura manteve seus princípios de exclusividade, glamour, luxo, em 2011, mas também aproximou esse universo de vestimentas diferenciadas e elitizadas, atribuídas aos rycos (o topo da pirâmide), ao cotidiano ordinário, às pessoas comuns.

Mas quem dali realmente conhecia haute-couture (alta-costura) ou couture (sua abrevisação)? Quem sabe porque na França existem três semanas de moda separadas (alta-costura, moda masculina, e prêt-à-porter?).
Será que nós sabemos (e nos interessam) as diferenças entre couture e prêt-à-porter?

SIM, A MODA TEM UM DIALETO PARTICULAR.
E regramentos vários, que foram sendo feitos à época de sua origem, a partir da segunda metade do século XIX, em Paris.
Este é o assunto do próximo post.

beijones, @hinerasky.

Onde estou?

Você está navegando em publicações marcadas com alta-costura em Retalhos.

%d blogueiros gostam disto: