Alex Turner e sua gola “rolê”

fevereiro 4, 2012 § Deixe um comentário

Foi então, pela primeira vez, que entendi que gola rolê faz todo o sentido. Para alguns biotipos. E para quem tem estilo e “pescoço” suficiente para dar conta delas.

Alex Turner, seu lindo, obrigada por fazer isso por nós.
Tá arrasando no visual!
Je veux vous embrasser! (Alex!) :P

Música preferida e show lindo em Paris (não é o que foi em live stream)… me dá taquicardia até com essa gola.

la bise!
Dani.

beirutando em português

setembro 11, 2011 § Deixe um comentário

Ainda inconformada sem ingresso para ver o Beirut no Olympia (Paris), amanhã, dia 12, fui abençoada com este vídeo do Zach e a sua adorável tentativa de cantar em português.
Zach, leãozinho! Mignon!

Gosto muito de te ver, leãozinho
Caminhando sob o sol
Gosto muito de você, leãozinho
Para desentristecer, leãozinho
O meu coração tão só
Basta eu encontrar você no caminho

.
.

Tiê em Porto Alegre

agosto 20, 2010 § Deixe um comentário

.
“...esse perfume de alecrim, trouxe de volta um sonho bom“.
Coisa dessa primaverinha no inverno….

e pra completar, o Santander Cultural tá trazendo a Porto Alegre, neste domingo (dia 22), às 18h, nos shows do Átrio, uma das minhas recentes descobertas (num tumblr por aí – viva minha flânerie pelo Tumblr alheio) felizes da playlist e que está entre as top-10 do momento. ♥ ♥ ♥

É uma MPB macia, em chansons com letras que falam do que escapa ao amor. E do melhor dele. De verdade. Algumas delas avec douces petits vers en français.

.
.

Essa é minha dica obrigatória para quem está pela capital no domingo.
Nos vemos lá?
beijones. ♥

poderosa

maio 21, 2010 § 3 Comentários

Sensacional Cat Power na entrada do show, nesta quinta-feira, no Opinião (POA): um whisky e… uma caneca.
Fora a simpatia e a lindeza da musa de 38 anos com os fãstalkers
. [Muitos deles veem quase todo show por lentes de celulares ou câmeras].
.

Cat Power é um nome artístistico tudo a ver para Charlyn Marshall mesmo,
mas até soa redundante porque ela é gatona e poderosa a lot.
Tem um estilo “effortless”, sabe, e todo coerente. Acho maduro.
.


Ela vestia a camisa de linho verde (deve ter várias) e a gravata preta que a acompanha na turnê há uns 2 anos.
E esse cabelo (eterno) chanel a deixou ainda mais linda, né?

.
.

Em contraste com a skinny preta, o Oxford branco. Ponto de exclamação para o branco.

Também gravei um videozinho de 40 segundos de “The greatest”. aqui.

intimista e lindo de viver.
beijones.

sou beiruta

setembro 11, 2009 § 3 Comentários

Porque eu não podia deixar esta passagem do Beirut no Brasil, sem postar um dos clips mais “savoir-vivre” e “cara-de-à vontade” do grupo e de uma das músicas mais bonitas – Nantes -, cuja letra lembra uma noite nesta cidade francesa, mas que podia ser em Floripa, Porto Alegre ou Faxinal.

Well it’s been a long time, long time now
Since I’ve seen you smile

And I’ll gamble away my fright
And I’ll gamble away my time
And in a year, a year or so
This will slip into the sea
Well it’s been a long time, long time now
Since I’ve seen you smile

[…]
Nobody raise your voices
Just another night in Nantes
Nobody raise your voices
Just another night in Nantes

Zach Condon, muso, tô te esperando, hoje, depois do show em São Paulo! :P
#soubeiruta

.retalhos inéditos.

junho 7, 2009 § 4 Comentários


pula pros 7min40s, e vai ver meu cabeção :)

Geeeeente, viva o You Tube!
Olha os vídeos que encontrei, de um ShOW do “Criança Esperança” (Globo-Unicef) que foi no Gigantinho (Porto Alegre), em 1992.
Naquele mesmo ano, eu tinha ido no show da Xuxa, no Rio, e sabe que este show aqui foi mil vezes mais lindo e mais emocionante. Acho que foi a vez que a Xuxa estava mais iluminada.
E eu nem lembrava dessas cenas inéditas minhas, em rede nacional, chorando e cantando as músicas. Eu fui, sim, uma legítima baixinha da Xuxa, de colecionar materiais e tudo (até esta fase, que considero os tempos áureos dela ainda). Acho que nem tinha como não ser, pela geração, e pela aparência.
Ah, e como foi bom tudo. Como é bom ser fã. Como é bom ser criança esperança. Como é bom saber que em 1992 eu fazia essas coisas.
#querer, sonhar, conseguir


“Lua de Cristal” e “Ilariê” – olha no 1min26a 1min28 (eu+chorô+caracteres doações) “Nós somos invencíveis, pode crer!”
e nos 4min05 a 09s (minha cabecinha loura bem na frente do video)

.shows da vida.

novembro 9, 2008 § 4 Comentários

Não sei se todo mundo sofre ou fere, mas tem coisas que doem. Muito.

Fiquei muito, muito sentida de ter que abrir mão de ir ao show do REM em Porto Alegre, no último dia 06, uma das bandas que virei tri-fã depois do show que eu fui em 2005 (o video acima é trecho revival daquela vez, música Everybody Hurts) com pessoas muito especiais da minha vida. Uma delas o Daniel Accampora, amigão, que antes de ir na última quinta me ligou. Aff.

Agora, sabe a façanha do gaúcho?

Dizem as boas línguas que ele (e a Lu tava junto!) agarraram a gaita de boca que o Michael Stipe jogou depois que tocou “Bad Day”. Ele apareceu no telão e tudo. ilererê. E tem fotitas. Eu acredito mais ainda pq até já arrisquei umas notas na dita cuja que é numerada. Coisa rica!

Agora o Dani vai fazer um “santuariazinho” REM na casa deles, pra guardar a preciosidade. que tal?

nery_d153060-edit1nery_d153070-edit2

essas fotos eu puxei daqui, onde tem outras lindas do show do REM em POA, de André Nery. tb tem vários videos no tubão. deu mais vontade ainda.

No próximo, não tem como eu faltar pra ver o impecável do Stipe! 0/

E quem não tem histórias de show engraçadas ou interessantes pra contar, né?

Onde estou?

Você está navegando em publicações marcadas com show em Retalhos.

%d blogueiros gostam disto: